Categoria de Arquivos: inspire-se

Você já parou para se perguntar por que maio é o mês das noivas? Será apenas uma convenção comercial? Ou talvez exista alguma ligação entre o mês de maio e as noivas que justifique essa tradição?

Existem muitas tradições que parecem explicar por que maio se consagrou como o mês das noivas. Várias delas têm relação com antigos costumes e tradições europeias, assim, tudo leva a crer que essa convenção (como tantas outras!) foi difundida em todo o mundo ocidental pelos europeus.

Uma das hipóteses mais curiosas sobre a relação entre o mês de maio e os casamentos remonta à Idade Média. Sabe-se que o inverno europeu é muito rigoroso e, como naquela época não existia nenhum tipo de calefação nas casas, era comum que as pessoas passassem o inverno inteiro sem tomar banho. Em maio, quando a primavera atingia sua plenitude no hemisfério norte, as temperaturas ficavam mais amenas e era possível finalmente tomar banho. Então, não poderia haver melhor momento para celebrar um casamento do que este, quando os noivos estão limpinhos e cheirosos?

Além disso, no início da primavera os europeus costumavam fazer festivais para celebrar a natureza, que se renova nessa época. Ao longo do tempo, as ideias de renovação e fertilidade foram associadas à comemoração do amor no casamento. Junto com esse clima, o auge da primavera traz abundância de flores e transforma as paisagens europeias no cenário perfeito para realizar a união dos casais. As temperaturas mais amenas e a maior disponibilidade de flores para serem utilizadas na decoração são elementos levados em consideração pelas noivas até hoje!

Outra corrente, de cunho religioso, aponta para uma tradição católica. O mês de maio é consagrado à Maria, mãe de Jesus. Por isso, também é dedicado às mães. Como, em tese, a mulher que se casa deseja ser mãe um dia, poderia ter surgido daí a ideia de que as melhores datas para unir os casais seriam em maio.

Seja qual for a origem da relação do mês de maio com as noivas, o fato é que a tradição realmente “pegou” e todo o mercado de casamentos concentra seus eventos e promoções especiais nesta época. No entanto, ainda que o mês de maio seja bastante concorrido, não costuma ser o preferido das brasileiras para celebrar o grande dia. Segundo dados do IBGE, dezembro é o campeão de casamentos, provavelmente por causa das férias de verão e daquela ajudinha do 13° salário. Em segundo lugar, vem setembro – olha aí a conexão com a primavera de novo!! Só depois vem o mês de maio. Em alguns anos, é comum que ele caia mais algumas posições, pois os preços de artigos e serviços ligados às festas de casamento tendem a ficar um pouco mais caros nesse mês. No fim das contas, a maior variedade de flores na primavera e no verão acabam mesmo fazendo a cabeça das noivas!

Peter Adams-Shawn arrumou um jeito único de fotografar casamentos: através dos reflexos das alianças. As fotos que você vê na galeria acima fazem parte da série “Ringscapes”, e foram tiradas de 2012 para cá.

“O projeto evoluiu bastante nos últimos meses e é muito desafiador clicar algumas composições”, disse Peter ao site Peta Pixel. “Eu descobri que é mais fácil fotografar usando alguns reflexos mais comuns das alianças… então eu arrumo as coisas para conseguir fazer o clique certeiro”, contou em outra entrevista para o Epoch Times.

Peter é o mesmo fotógrafo que clicou casamentos através dos reflexos dos olhos das pessoas. O que virá agora, hein?

Veja mais do trabalho do artista em seu site oficial.

Via: Cena Pop

Assim como o vestido, o sapato e o buquê, as unhas também merecem destaque no seu grande dia. Afinal, são elas que protagonizam a cena no momento da troca de alianças.

Confira agora uma lista especial das cores de esmaltes que serão tendência em 2016 para as noivas e escolha a melhor para lhe acompanhar durante o grande dia!

Tendência

A cor do ano é o Rosa Quartz, de acordo com a Pantone, empresa mundialmente conhecida por seu sistema de cor muito utilizado. Então, se você gosta do rosa, aproveite o momento para brilhar com os tons dessa cor no seu dia! Para as noivas que gostam de ousar, uma escolha bacana são cores intensas e divertidas, como os tons pastéis e o coral, que também seguem em alta.

Já para as noivas que apreciam um efeito mais fashion, os esmaltes metálicos garantem a produção. Os tons de cereja, os vermelhos quentes, o azul vibrante, assim como os tons lilás e o cinza também acompanham as tendências, especialmente para noivas que não abrem mão de um look mais moderno.

Uma novidade para as tendências deste ano fica por conta do tom azul clarinho, que também promete brilhar nessa temporada! Se você quer sair do convencional, está aí a chance de impactar seus convidados!

Cores clássicas continuam

As queridinhas e clássicas cores como o famoso branco, nude e a atemporal francesinha seguem firme como uma solução sofisticada, romântica e delicada para as mãos no grande dia.

O lado bom da unha francesinha é que além de feminina, a técnica também dá a impressão de que as unhas são maiores, então pode ser uma boa alternativa para noivas que não conseguem deixar as unhas crescerem ou que quebraram pouco antes do casório.

Além disso, são tonalidades mais versáteis e combinam com qualquer tipo de vestido, por exemplo. Aliás, as unhas clarinhas ficam ótimas em produções mais ousadas com aqueles vestidos que têm ‘efeito tatuagem’ com rendas e bordados. Fica lindo!

Via: Quero de Casamento | Imagens: Google

Modernos, sofisticados e econômicos, o mini-wedding é a sensação do momento.

Ele é bem intimista, pequeno, para poucos convidados. É uma tendência que vem conquistando diversos casais em todo o mundo. Por ser algo exclusivo, é possível poupar bastante do orçamento sem abrir mão do requinte.

Ele também tem essa pegada versátil, podendo até ter suas personalizações. Aqui, o importante mesmo é reunir as pessoas mais queridas em um dia maravilhoso, celebrando o amor e a união dos casais. Lindo!

Mini-wedding não é exatamente um casamento mais barato

Ele até pode ficar mais barato. Mas, cerimonialistas costumam ter a mesma opinião: por ser para menos pessoas, todos os detalhes ficam mais evidentes e não é raro querer escolher itens mais top por causa disso. Então, fica a dica: um mini-wedding é um estilo de celebração mais íntimo, e não só um maneira de economizar.

Quantidade de convidados

Esta sim é uma decisão que pode pesar na hora de escolher fazer um mini-wedding. Segundo a tendência, este tipo de festa é aquele que tem, no máximo, 100 convidados. Alguns organizadores falam até em 80 ou 50.

Por isso, ao optar por ele, saiba que os cortes na lista de convidados serão grandes. Se isso for gerar problemas para vocês, talvez não seja uma boa ideia seguir nesta linha.

O mini-wedding precisa combinar com o estilo do casal

Se você é muito festeira, talvez um mini-wedding não seja o estilo mais ideal. Isso por que a estrutura deste evento é para quem quer reunir família e amigos íntimos, algo bem particular, onde você vai poder sentar em todas as mesas e bater um papo com todos os convidados. Pense bem nisso!

Espaços menores? Sim, pode ser uma boa fazer o mini-wedding

Uma das grandes vantagens de se fazer uma cerimônia mais íntima é que você não precisa alugar um salão enorme. Alguns cerimonialistas indicam até mesmo usar o salão de festa de seu condomínio ou a chácara de um parente. Existe a tradição do “casamento de quintal”, que os casais americanos adoram, por exemplo. Neste estilo, a cerimônia é feita em propriedades rurais, com espaço aberto, em meio à natureza.

Vestido e noiva: mais delicada e menos brilho

Um último detalhe muito importante é sobre o vestido de noiva, que em um mini-wedding é, normalmente, mais simples e com menos brilho. Lembre-se: a palavra-chave aqui é intimidade. Valorizar a presença dos que foram convidados é, antes de tudo, deixá-los confortáveis e a vontade. Por isso, menos brilhos e mais simplicidade.

Via: Quero de Casamento | Imagens: Google

Save the date! É uma novidade meio que recente entre as festas de debutante. É uma espécie de convite antecipado, enviado mais ou menos uns três meses antes da data da festa apenas para o convidado se preparar e reservar a data em sua agenda para que não marque nada para aquele dia, afinal é um dia muito especial!

O save the date pode ser diferente, ter formatos variados, pode soltar a sua imaginação! Pode ser um adesivo, um imã para grudar na geladeira, um lindo potinho com docinhos, docinhos com a data da festa de 15 anos, ou pode ter o formato de um convite, estilo um mini convite, bem criativo para chamar a atenção!

Pode até carregar um pouco de mistério, pois ele antecede ao convite oficial da festa!

Via: Debuteen | Imagens: Google

Organizar o seu grande dia é uma missão e tanto! Confira algumas dicas que vão ajudar você a marcar a data na época do ano que mais combina com seu estilo de cerimônia.

Cuidados iniciais: de datas comemorativas à agenda da igreja
Antes de pensar nas vantagens deste ou daquele mês, vale lembrar que a escolha pode ser influenciada por alguns detalhes que vão além da vontade dos pombinhos.

A primeira coisa a se fazer é abrir o calendário do ano e eliminar os feriados e datas “enforcadas”, ou seja, aqueles dias em que o pessoal “emenda”. Afinal, você nunca sabe quando aquele parente ou amigo tão especial vai viajar.

Cuidado também com Carnaval, finais de campeonato de futebol, aniversário da cidade, etc. Esses eventos não só dão um nó no trânsito (e isso pode significar atraso!), como deixam os serviços mais caros.

Outra boa dica é sincronizar o dia com a melhor época para sua lua de mel. Se quiser economizar, como falamos neste post aqui, sua data pode ser fora da temporada e aí, a cerimônia tem que coincidir.

Por fim se você for casar em uma igreja Católica, saiba que algumas têm filas de espera muito grandes. Consulte o agendamento da igreja escolhida para saber com antecedência as datas à disposição.

Em que mês eu vou?
Detalhes observados, é hora de avaliar os pontos positivos e negativos de cada mês.

Janeiro é uma dos meses menos procurados. E isso ajuda você a negociar melhor com os fornecedores de serviços e com o aluguel do salão. A luz do sol nessa época do ano está linda para fotos, o que vai deixar seu álbum e filmagem ainda mais bonitos!

Mas fique de olho porque também é um mês em que muita gente viaja e alguns prestadores de serviço tiram férias. Então, antecipe-se nos convites e contratos! E lembre-se: chove bastante e o calor pode ser um incômodo. Essas duas características fazem de um ambiente climatizado a melhor opção.

Que tal fevereiro? As flores tropicais estão em alta e você pode dar um show de decoração na igreja, salão e no buquê. O clima é bem parecido com o de janeiro e, por isso, valem as mesmas precauções.

Ainda tem chance de muita gente planejar viagem para essa época, então corra com os convites. E, claro, evite marcar uma data próxima ao Carnaval. As cidades ficam com o trânsito complicado na semana anterior e posterior à folia!

Quem optar por março pode tirar vantagem da baixa temporada (que vai de março a junho) para alguns destinos e negociar uma lua de mel mais em conta. A cerimônia vai ficar linda com as Orquídeas, flores da estação que estão belíssimas nessa época.

Bom, lembra daquela famosa música que fala sobre “as águas de março fechando o verão”? Pois é, as pancadas de chuva repentinas podem ser uma surpresa desagradável. Tenha um “Plano B” se estiver pensando em casamento ao ar livre!

Quer escolher abril? Muitos cerimonialistas consideram este o mês ideal para casamentos, por conta do clima nem quente, nem frio e com poucas chuvas. É a melhor data para um casamento ao ar livre!

Mas contrate tudo com antecedência, porque em função da preferência das noivas pela data os preços começam a subir rápido!

Em maio, temos o tradicional “mês das noivas”. Por isso, tudo inflaciona. Se pretende casar nesse mês, planejamento é fundamental. O clima ainda é bem semelhante ao de abril. O outono tem uma luz natural mais suave e ótima para fotos também, inclusive para casamentos na praia.

Já em junho as datas são pouco concorridas, o que facilita sua negociação com fornecedores e prestadores de serviços. Uma característica da época é que, com o clima mais ameno, as roupas de gala ficam mais confortáveis, principalmente para os homens e seus ternos. As tulipas estão em alta, sendo uma alternativa para a decoração.

Com a chegada de julho – e do frio mais intenso -, tudo fica ainda mais glamouroso. As roupas da estação são mais glamourosas e até o buffet muda o cardápio, com vinhos e comidas mais pesadas.

Vale lembrar que é a época de descartar o casamento ao ar livre e de convidar com antecedência porque, com as férias escolares, muitas famílias viajam!

Agosto é tradicionalmente um mês evitado pelas noivas (lembra aquele ditado: agosto, mês do desgosto?). Pura superstição, claro! Para quem quer uma cerimônia é hora de negociar ao máximo com os fornecedores de serviços! Até mesmo nos copos de leite, flores em alta nessa época.

Com a volta da primavera em setembro, claro, as flores estão belíssimas! A temperatura também já subiu, o que faz do casamento ao ar livre uma opção interessante. Esta é uma época muito procurada, o que faz os preços subirem e as datas ficarem mais difíceis. Então, planejamento é fundamental!

O quadro se repete em outubro, com o auge da estação. É a época dos lírios, ótima opção para decoração. A data combina com casamentos ao ar livre, com temperaturas mais altas batendo na porta.

Quando chega novembro é hora de acelerar! É o último mês antes da correria das festas de final de ano. Alguns pombinhos já receberam a primeira parcela do 13º, o que ajuda na hora de encomendar as flores da estação: lavandas e lua de mel que, nesta época, dão uma encarecida.

Fique atento aos feriados nacionais (nos dias 02 e 15) que podem atrapalhar sua organização em função das viagens dos convidados.

Em dezembro, embora tudo fique mais corrido, temos aquela animação de final de ano! Com o 13º na conta, o casal tem um reforço para as despesas de última hora. É um mês super concorrido para casamentos, principalmente em função dos salões, que já estão quase todos alugados.Dado o calor, o ambiente precisa ser climatizado.

Pronta para escolher a data do seu grande dia? Então, aproveite estas dicas e faça o casamento dos seus sonhos!

Via: Quero de Casamento | Imagens: Google

A flor de girassol significa felicidade.

Por sua beleza e exuberância é muito procurada para ornamentações e pode estar presente no seu casamento deixando-o ainda mais belo!

Olha só que lindas essas ideias de uso de girassóis no casamento.

Via: Lápis de Noiva | Fotos: Google Imagens

Os origamis são dobraduras de papel estilosas e lindas, que fazem sucesso nos casamentos. Seja no buquê, na decoração, ou até como convite, inspire-se na tradição japonesa para decorar sua festa.

Fotos: Google Imagens

A técnica da aquarela, seus tons, sua delicadeza e toda a beleza que ela expressa invadem o mundo dos casamentos e se converte em uma das tendências estrelas do ano, abarcando vários elementos dentro do casamento, como a decoração, confeitaria nupcial e principalmente transformando os vestidos de noiva em verdadeiras obras de arte.

A tendência aquarela chegou no mundo da moda para noivas para ficar e está presente nas coleções dos estilistas mais importantes. E pode ser vista em vestidos feitos em gaze ou em outros tecidos delicados, com estampados florais em tons pastel como o azul bebê, o rosa candy ou o verde menta, ou com sutis e elegantes pinceladas que vão diluindo-se suavemente.

Se você está decidida a atrever-se e deixar o vestido branco de lado, apostando por um modelo em tons aquarela, mas ainda assim se considera uma noiva mais clássica, uma opção bacana é buscar as propostas de vestidos com volume e decote coração. Agora se você é uma noiva super moderna e não tem medo de arriscar, os modelos tail hem deixam as pernas à mostra são todo um must have e com certeza, o seu look será inesquecível.

Confira!

Via: Zankyou

Se você adora madrinhas com a mesma cor de vestido, vai se empolgar com a tendência para 2016: os vestidos são da mesma cor, mas com detalhes diferentes.

Além dar a noção de harmonia, respeita a identidade de cada uma das suas madrinhas. E mais: as fotos ficam um charme só!

Você pode pedir que elas entrem na igreja vestindo a mesma cor, mas em tons e texturas diferentes. Escolha uma paleta de cores e entregue para elas junto ao convite especial que elas receberam. Seja criativa na hora de convidar suas madrinhas de casamento.

Os vestidos podem ser semelhantes, com mesma cor e tecido, mas com pequenas diferenças nas mangas ou decotes. Os vestidos devem favorecer a silhueta de cada uma das suas madrinhas.

Elas também podem usar cores diferentes e modelos iguais. O resultado é maravilhoso! Dica: Se você não vai comprar o vestido de suas madrinhas, comunique-as sobre o que espera do modelo e comprimento.

Via: Zankyou